Warning: file_exists(): open_basedir restriction in effect. File(/home/defaultwebsite/public/wp-content/nitropack/DBacbwAkjepWyLlNgNCJjFAHGUwfwZCJ/data/pagecache/desktop/ea3d036dffb7fa1a10bd762c25af1b96_i/ssl-d41d8cd98f00b204.html.stale) is not within the allowed path(s): (/home/defaultwebsite:/tmp:/etc/pki/tls/certs:/usr/local/bin/:/usr/bin/.composer/) in /home/defaultwebsite/public/wp-content/plugins/nitropack/nitropack-sdk/NitroPack/SDK/StorageDriver/Disk.php on line 91 Warning: file_exists(): open_basedir restriction in effect. File(/home/defaultwebsite/public/wp-content/nitropack/DBacbwAkjepWyLlNgNCJjFAHGUwfwZCJ/data/pagecache/desktop/ea3d036dffb7fa1a10bd762c25af1b96_i/ssl-d41d8cd98f00b204.html) is not within the allowed path(s): (/home/defaultwebsite:/tmp:/etc/pki/tls/certs:/usr/local/bin/:/usr/bin/.composer/) in /home/defaultwebsite/public/wp-content/plugins/nitropack/nitropack-sdk/NitroPack/SDK/StorageDriver/Disk.php on line 91 Warning: file_exists(): open_basedir restriction in effect. File(/home/defaultwebsite/public/wp-content/nitropack/DBacbwAkjepWyLlNgNCJjFAHGUwfwZCJ/data/pagecache/desktop/ea3d036dffb7fa1a10bd762c25af1b96_i/ssl-d41d8cd98f00b204.html.stale) is not within the allowed path(s): (/home/defaultwebsite:/tmp:/etc/pki/tls/certs:/usr/local/bin/:/usr/bin/.composer/) in /home/defaultwebsite/public/wp-content/plugins/nitropack/nitropack-sdk/NitroPack/SDK/StorageDriver/Disk.php on line 91 Warning: file_exists(): open_basedir restriction in effect. File(/home/defaultwebsite/public/wp-content/nitropack/DBacbwAkjepWyLlNgNCJjFAHGUwfwZCJ/data/pagecache/desktop/ea3d036dffb7fa1a10bd762c25af1b96_i/ssl-d41d8cd98f00b204.html.stale) is not within the allowed path(s): (/home/defaultwebsite:/tmp:/etc/pki/tls/certs:/usr/local/bin/:/usr/bin/.composer/) in /home/defaultwebsite/public/wp-content/plugins/nitropack/nitropack-sdk/NitroPack/SDK/StorageDriver/Disk.php on line 91 Warning: file_exists(): open_basedir restriction in effect. File(/home/defaultwebsite/public/wp-content/nitropack/DBacbwAkjepWyLlNgNCJjFAHGUwfwZCJ/data/pagecache/desktop/ea3d036dffb7fa1a10bd762c25af1b96_i/ssl-d41d8cd98f00b204.html) is not within the allowed path(s): (/home/defaultwebsite:/tmp:/etc/pki/tls/certs:/usr/local/bin/:/usr/bin/.composer/) in /home/defaultwebsite/public/wp-content/plugins/nitropack/nitropack-sdk/NitroPack/SDK/StorageDriver/Disk.php on line 91 Warning: file_exists(): open_basedir restriction in effect. File(/home/defaultwebsite/public/wp-content/nitropack/DBacbwAkjepWyLlNgNCJjFAHGUwfwZCJ/data/pagecache/desktop/ea3d036dffb7fa1a10bd762c25af1b96_i/ssl-d41d8cd98f00b204.html.stale) is not within the allowed path(s): (/home/defaultwebsite:/tmp:/etc/pki/tls/certs:/usr/local/bin/:/usr/bin/.composer/) in /home/defaultwebsite/public/wp-content/plugins/nitropack/nitropack-sdk/NitroPack/SDK/StorageDriver/Disk.php on line 91 Tem calvície? Saiba como medir com a escala Norwood-Hamilton (NW)

Tem calvície? Saiba como medir com a escala Norwood-Hamilton (NW)

A calvície, nome popular para alopécia androgenética, ou simplesmente alopécia, é a principal responsável pela queda excessiva de cabelos, afetando principalmente os homens e mulheres em menor escala. O termo androgenética corresponde a interação de dois fatores presentes no problema:

  • Andro: hormônios androgênicos ou “hormônios masculinos”, que as mulheres também possuem.
  • Genética: predisposição genética, ou seja, o indivíduo já nasce predisposto a desenvolver esta doença.

Os primeiros indícios da calvície podem aparecer dos 17 aos 23 anos, e nessa fase os hormônios com ação androgênica irão atuar em áreas sensíveis em indivíduos geneticamente predispostos.

Quais as principais causas da calvície?

Como mencionado anteriormente, as principais causas são hormonais e genéticas, sendo uma doença muito comumente hereditária, ou seja, que passa de pai para filho e pode estar presente em toda uma linha familiar.

Além disso, fatores como o excesso de oleosidade, típico da dermatite seborreica, a aplicação exagerada de produtos químicos, distúrbios da tireoide, má alimentação, carência de vitaminas, certos medicamentos e estresse, também podem desencadear o problema.

Como descobrir o meu grau de calvície?

A calvície ou alopécia não se apresenta de forma padronizada em todos os indivíduos que sofrem do problema, mas possui sete graus de desenvolvimento, da fase inicial até o último estágio.

Para medir e identificar o grau de calvície de cada um, foi criada em 1951 a escala de Norwood, pelo Doutor James Hamilton. Na sequência, complementada pelo Dr. O’Tar Norwood, na década de 70, passando a se chamar “Escala de Norwood-Hamilton (NW)”.

Segundo a escala Norwood-Hamilton, os sete graus de calvície se caracterizam por:

  • Primeiro Grau

Quase imperceptível, o primeiro grau da alopecia são as denominadas “entradas”, presentes na parte frontal (superior da testa). Torna-se mais comum após os 40 anos. No restante do couro cabeludo não há refrações;

  • Segundo Grau

Etapa em que as “entradas” ficam mais acentuadas na parte frontal da cabeça, no entanto ainda é pouco perceptível. Para os pacientes que se sentem incomodados, este pode ser o momento em se pensar em um tratamento de transplante capilar, como o FUE. Geralmente, são nesses sinais que o indivíduo – ainda jovem, deve se atentar para que a alopecia não chegue até o último grau com o passar dos anos;

  • Terceiro Grau

Também chamado de “grau decisivo”, pela perda mais acentuada e aparente dos fios, que passa a se estender para outros locais do couro cabeludo. Se o paciente apresentar predisposição genética, um médico deverá ser consultado. Com a realização de exames concomitantemente aos tratamentos e Implantes Capilares, a progressão da calvície pode ser retardada e/ou evitada;

  • Quarto Grau

Apresentando um quadro mais delicado que os anteriores, o quarto estágio da alopecia já se “espalhou”. Os cabelos já não estão presentes em praticamente todo o couro cabeludo, somente na parte parietal (parte superior da cabeça);

  • Quinto Grau

Mais comum em pessoas acima dos 30 anos, sendo um avanço do quarto estágio, com áreas maiores de refração no couro cabeludo. Sua principal característica é a ligação que realiza entre as regiões frontal e parietal, que já estão sem a presença de cabelos.  Assim como no estágio anterior, o tratamento mais indicado é o Implante Capilar;

  • Sexto Grau

Etapa em que somente as regiões temporais e occipitais (região externa da cabeça, que liga as duas orelhas, circundando a base do couro cabeludo), ainda possuem fios. Um dos graus mais avançados, é comum a partir dos 50 anos. O tratamento, nesse estágio, é apenas para manter os cabelos e pode ser um aliado para o Implante, maturando e deixando saudáveis os fios restantes;

  • Sétimo Grau

Estágio final e mais avançado, com apenas 20% do couro cabeludo preenchido por fios. O avanço da alopecia da região occipital para a região frontal (da base à região externa) se acentua e poucos fios se mantêm na cabeça. Quando o paciente está neste grau, apenas tratamentos específicos podem contribuir para que o Implante tenha resultados satisfatórios.

Se você se identificou em algum destes estágios da alopecia, não deixe de procurar ajuda médica capacitada. A calvície pode até chegar, mas não se instalar, procure um especialista!

Nós, da Clínica Fernando Marques, podemos te ajudar. Entre em contato com a gente através do WhatsApp para saber mais sobre a tricologia (https://linktr.ee/cabeloecourocabeludo) ou venha visitar o nosso centro de tratamento capilar, que fica na rua Gérson França, 17-55, Jd. Estoril, Bauru.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima